quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

de outrora

A menina só queria brincar de casinha
E o menino só conseguia ver a sua bola
Então viveram cada um na sua esquina
E era assim que era pra ser

Só que a bola resolveu estragar a brincadeira da menina
E como o pai dela não estava mais em casa
A menina foi lá pro muro chorar sozinha
E o menino, que achava que o mundo era só sua bola
Não foi lá pedir desculpas pra menina

A menina cansou de esperar pelo pedido
Só que em vez de ir lá furar a bola do menino
Resolveu ir brincar de ser princesa
Num reino onde as meninas eram sempre felizes
Porque as bolas não conseguem destruir os castelos.

O mundo do menino era sua bola
O mundo da menina era o mundo todo.
Murcha a bola, murcha o mundo do menino.
E a menina?

A menina já estava brincando de ser feliz pra sempre sem aquele menino.

México, 22/07/2006

Nenhum comentário: