quarta-feira, 11 de junho de 2008

voltando às origens


5 dias em Roma. talvez, precisando economizar tempo, 4 teriam sido suficientes. é muito linda, interessantíssima, tem muitos pontos turísticos, mas não tem vida noturna. é bem caro comer em Roma. a boa é comprar algo no supermercado e fazer no albergue e aceitar a idéia de que você pode viver de sanduiches. faça versões incrementadíssimas e seu problema está resolvido. e veja se no albergue onde você vai ficar não tem pasta ou pizza de graça à noite. Jà resolve uma refeição. o nosso, Hostel Alessandro downtown, tinha uma massa safada que quebrou um galho.

aliás, onde ficar é um mistério, mas ficar perto do Vaticano não é uma boa opção. é como vir ao Rio e ficar em Niterói. o nosso era legal por ser perto da Termini, a estação de trem, evitando grandes deslocamentos com a mala. além disso era bem legal de transporte, supermercado etc. o centro de Roma é do tamanho de copacabana, qualquer local serve.

dica: beba muitos muitos muitos muitos vinhos a 4€. você nunca mais vai ser tão feliz assim.

1 cerveja (birra) = 5€.

ah! E sempre, sempre, sempre, tenha uma garrafinha de água na mochila. cuidado para não desidratar.

obs: os tênis mais baratos da Europa são vendidos na Itália.

compramos um Roma Pass, que dá acesso a 2 atrações de Roma de graça e as outras com desconto. e você ainda pode usar o precário sistema de transportes de graça. é bem legal por isto, não valeu TAAAANTO a pena nos museus. na verdade saiu o mesmo preço e ganhamos o transporte de graça. vale por isto. Custa 20€ e você pode usar por 3 dias.

imperdível:

Coliseu: o melhor lugar para fazer fotos de todos os tempos. euros Incrível. dedique parte do tempo a ler as plaquinhas explicando cada parte pra entender. filas enormes, tenha paciência pois você está no Coliseu. grandionso, maravilhoso. com o ingresso você ganha entrada pro Paladino, que foi onde Roma foi criada. este é legal, mas dá pra entender pouco. é um bom lugar pra deitar na grama e pensar na vida. 8€.

Vaticano: Basílica de S. Peter, Musei Vaticani (11€, a Capela Sistina fica dentro)

Foro Italiano: de graça, incrível, o lugar onde mais sente-se na itália antiga. cheio demais.

monumento Vittorio Emanuele: perto do Forum, legal pra ver a cidade de cima e fazer fotos do Forum.

Piazza Spagna: cheio de jovens no fim de tarde, vale ir lá tomar um gelatto e ver pessoas. só turistas. onde ficam as únicas lojas legais da cidade. uma região bem cara, tipo Leblon.

Fontana di Trevi: esqueça as pessoas te esbarrando e você estará tomando um gelatto no lugar mais lindo que você ja viu. aliás, tome muitos gelattos em Roma pois custam 2€ e são os melhores que você já tomou.

Castelo de Santo Angelo: é lindo, mas não entramos. foi mais pra ver e fazer fotos de um castelo.

Piazza Navona: linda, legal ir no fim de tarde ver pessoas. Bem caro comer ali.

Basilica Santa Maria degli Angeli e degli Martiri: perto da Termini, foi projetada por Michelangelo e é imperdível. tem um orgão muuuuuito impressionante e é foda. vale muito e os prédios são lindos em volta.

Trasvedere: o bairro judeu, bem legal, comemos uma pizza muito boa. aliás, por toda Roma se come pizza a taglio (a quilo) muito boa, sabores interessantes, quadrada e barata.

Via Cavour: nada demais, mas legal de andar e ver comércio e pessoas. meio Av. N. Sra Copa, centralzona.


VENEZA – passamos 2 noites. chegamos à noite, fomos embora à 1 da tarde. 1 dia inteiro é suficiente pra conhecer bem. a cidade é linda, linda, linda, mas é um turismo meio “terceira idade”. ruazinhas lindas, pontes sobre canais, que vão dar em ruazinhas lindas que acabam em pontes sobre canais. depois de 8 horas vendo isto, estávamos satisfeitas. outra coisa é que é uma cidade caríssima! não há opção de comida barata, então é bom ir, curtir, e ir embora. se tiver um trem na mesma noite, aí é perfeito. Chegar de manhã, deixar a mala no locker da ferrovia, passar o dia em Veneza e pegar o trem pra ir embora na mesma noite. perfeito!

nos hospedamos no BB Rota: uma merda. não parecem haver hospedagens interessantes em Veneza. talvez seja bom ficar pertinho da ferrovia pra evitar o bizarro sobe-e-desce nas escadas com mochilão. há um HH pertinho, pega-se um acquabus, o que não é o fim do mundo. 5 minutos da ilha dentro do barco e compensa pelo preço: 20€ por noite (o nosso foi 35€ e era a 2ª opção mais barata). este HH tem curfew e isso é uma merda, mas de qualquer forma as luzes todas de Veneza são apagadas as 23h, então o curfew não faz diferença.

imperdível:

Ponte Rialto: onde podemos ter ma idéia de como é Veneza e fazer fotos clássicas.

Piazza San Marco: onde tem a igreja mais linda que vimos. a arquitetura toda do local é foda. a noite tem concertos de violino, valem muito a pena.

Bacaro Jazz bar: a 100 mts da ponte Rialto, mais ou menos. um bar de Jazz com decoração de soutiens de todas as partes do mundo. os garçons dizem que são de clientes que vão tirando e dando de presente pra aumentar a coleção. música muito boa. Endereço: S. Marco 5546.

Mercado de Peixe: se você tem um interesse mínimo por culinária, vai enlouquecer. muitos tipos de muitas coisas. legumes lindos, cenográficos. rende boas fotos e risadas melhores ainda. grátis. a noite, após as 23h, nesta região, ficam os únicos bares abertos da cidade.


FLORENÇA: linda. 30% de todas as obras de arte do mundo estão nesta cidade. a cidade é maravilhosa, apesar de ser um turismo bem “meia-idade”. não há muita vida noturna, então optamos por ficar só 2 noites também. foi o suficiente.

nos hospedamos no HH Villa Camerata, que fica a uns 20 minutos do centro no ônibus 17. bem careta, grandão, meio bizarro, sem muita agitação. mas vale a pena porque é bem barato (18€). tem a cerveja mais gelada do mundo e um café da manhã sarapa. É no meio de um vinhedo, num bosque verdinho, tem uma grama agradável... ou seja: tinha tudo pra ser o lugar mais lindo e é bem careta.

imperdível:

David, de Michelangelo: organize-se pra não perder de jeito nenhum. é linda demais. fica na Academmia, onde também estão os prisioneiros de mármore do mestre. não pode fazer fotos, mas eu, obviamente, fiz. lindo, lindo, lindo. 8€.

Il Duommo: igreja toda de mármore, fodaça. impressionante, parece ilusão de ótica. não fomos no domo, porque era pago e a fila era enorme. em frente fica a Porta do Paraíso, toda de ouro, impressionante.

Galerias Uffizi: 2 horas e 15 minutos na fila pra ver a Venus de Boticcelli. o quadro (assim como “A Primavera”, do mesmo mestre) vale, mas a fila foi insuportável.

Ponte Vecchio: incrível. grátis.

Nenhum comentário: