sábado, 29 de novembro de 2008

pirlimpimpim

meu pequeno príncipe
condenado à própria solidão
tão bonito de se ver
que até a estrela mais distante
ilumina
lindo, rindo
mal sabe
que tem a luz da estrela toda
e que a lua, nua, nova,
cheia de amor, paixão e gôzo.
cresce e murcha
só por ti

pensamento do dia pra completar o post anterior

näo arriscar nada
é arriscar tudo.

vida cíclica II

a mala fechada no canto do quarto
me pergunta pra onde estamos indo

"vamos viver um grande amor. criei a coragem, agora você vai comigo.
vem, me dá aqui a sua mão.
tire do rosto esta maldita dúvida
que eu sei bem o que estou fazendo".

é só uma mala.
e a dúvida
é pra controlar a euforia e a alegria de me jogar nos teus braços
de um coração que ficou tão grande
que espremeu a razão de volta pra terra do nunca
e no meio disso tudo
resta a certeza da vontade que sinto
de te apertar entre os meus lábios
e me sentir perto até a noite virar dia.

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Vida cíclica

Um recado na secretária eletrônica dela há tempos atrás:


It's so hard to be away. It's so hard to decide if you should hold or let go the feeling you have deep inside. But we'll find the time and the way to be together again.

E a resposta dela, num telegrama.Ela sempre gostou de clichês:

I just wanna tell you I think about you every day. Tell you that when you call or write me it makes me happy for a week. Tell you nothing has changed inside my heart. Yes, I´m living my life and everything is just great. Everything but you.

I need and want to see you. Miss you everyday of my life. Please, don´t let me go away from your heart.

Vida cíclica.

cibelle

"Não quero que você me coma
Não quero que você me engula
Não quero que você me acorde
Não quero que você me durma
Não quero que você me assista
Não quero que você me assuma
Não quero que você me corte
Não quero que você me inclua

Eu só quero um segundo teu
E um segundo meu
Um instante de dois
Sem mais, nem pra depois eu te dizer
Que eu te amo não
Te amo demais para ser prisão
De dois
Amor"

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

häagen-dazs

você teria me ganho sem o sorvete.

e, naquele último suspiro dentro do seu abraço, eu só pensava em quando estaria ali dentro outra vez. o melhor lugar do mundo - dentro do seu abraço. seu abraço partido. o abraço que partiu.

e eu aqui sigo te esperando, só pensando em me perder sem rastro entre os seus doces suspiros.

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

sad and lonely

it's hard to know when to give up the fight
somethings you want will just never be right
it's never rained like it has tonight before
now I don't wanna beg you baby
for something maybe you could never give
I'm not looking for the rest of your life
I just want another chance to live

[norah jones]