sábado, 29 de novembro de 2008

vida cíclica II

a mala fechada no canto do quarto
me pergunta pra onde estamos indo

"vamos viver um grande amor. criei a coragem, agora você vai comigo.
vem, me dá aqui a sua mão.
tire do rosto esta maldita dúvida
que eu sei bem o que estou fazendo".

é só uma mala.
e a dúvida
é pra controlar a euforia e a alegria de me jogar nos teus braços
de um coração que ficou tão grande
que espremeu a razão de volta pra terra do nunca
e no meio disso tudo
resta a certeza da vontade que sinto
de te apertar entre os meus lábios
e me sentir perto até a noite virar dia.

Nenhum comentário: