sábado, 21 de novembro de 2009

my name is Lucca


Dizem que a gente é a soma de tudo aquilo que viveu até hoje. Eu sempre assinei embaixo e vivo desde então tentando manter o brilho nos olhos em cada momento que vou vivendo, às vezes aos trancos e barrancos, às vezes simplesmente feliz.

Pois 20.11.2009 foi um desses dias. Voltei à nossa terra natal, Lucca, e realizei o sonho daquele que foi a pessoa mais importante da minha vida.


Lucca é uma cidade linda, medieval, murada. As pessoas andam de bicicleta o tempo inteiro, velhinhos passeiam sobre a muralha aproveitando o último suspiro de sol entre as folhas já amareladas do outono. A vida passa devagar. Assim como deve ser.


Não pude deixar de me emocionar. Ainda bem. ali, através dos meus olhos, agradeci àquele que me ensinou a ver a a vida com pó de pirlimpimpim.

Obrigada, meu avô.

::

E martela a minha cabeça a primeira frase do meu diário de viagem: "deve haver algum sentido nisso tudo".

::

Momento piadinha, pra completar o post:



Um comentário:

Ana Pacheco disse...

Tenho certeza que tudo isso tem um sentido.
Emocionei!
Quero um lugar onde o tempo passe devagar também!
Saudades!