sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

aliás e a propósito

gostaria de estar deixando registrada a minha indignação para com os colega tudo que abandonam os seus respectivos blogs.

precisamos de conteúdo.

graziemille.


about to

eu não tenho conseguido escrever.

pois é. não tenho dado conta. pelas mais diversas razões: falta de tempo, sem internet em casa, falta de assunto, sem saco.

justo eu, que sempre tive tanto a dizer... de repente dá um branco. trava. e com o branco vem aquela tristeza da vontade não feita, do dever descumprido, do que era pra ser e faltou o peteleco do vôo. como gostaria de me dedicar mais e deixar jorrar aqui tudo isso que tanto me mata por dentro quanto me fortalece.

esse post fica então no intuito de dar o ar da graça e estimando dar mais motivos para sua visita.

e vamo que vamo. about to. sempre, sempre indo. estamos quase lá.

::

que ninguém se engane, só se consegue a simplicidade através de muito trabalho.

[Clarice]

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

brecht pré-carnavalesco

aquele que amo disse-me

que precisa de mim.

por isso

cuido de mim

olho meu caminho

e receio ser morta

por uma só gota de chuva.

[Brecht]


segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

duzentesima postagem


Uma homenagem às Manelas: Amigas que ganhei pelas esquinas da vida e simplesmente não sei como ali nem sempre estiveram.

Amuelas. Muito.



E a duzentésima postagem vai então pra elas, esse trio parada duríssima, excelente aquisição. Apenas mais uma foto, em mais um dia, de mais uma risada.

Porque a vida é a arte do encontro. Ou, para os íntimos, "uh é as manelas, a-ha, u-hu!"

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Momento "ai, ai"


Da série "não é porque estamos de dieta que não podemos olhar o cardápio".


Um minuto de silêncio, por favor.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

momentos especiais na Europa

depois de um tempão ali na fila de espera, finalmente ficou pronto o nosso filhinho querido.

é imperdível!


liberdade para todos nós, DJ. super recomendo.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

take a second view

sabe aquela música que você sempre sempre sempre ouviu mas nunca se deu conta de que a letra era ótima?

ontem, sol a pino, céu azul, 9 da manhã, desfilando minha superultraincrivelbicicletanova no Aterro quando meus ouvidos são beijados pela pérola abaixo:

como num romance
o homem de meus sonhos
me apareceu no dancing
era mais um
só que num relance
os seus olhos me chuparam
feito um zoom

ele me comia
com aqueles olhos
de comer fotografia
eu disse cheese
e de close em close
fui perdendo a pose
e até sorri, feliz

e voltou
me ofereceu um drinque
me chamou de anjo azul
minha visão foi desde então
ficando flou

como no cinema
me mandava às vezes
uma rosa e um poema
foco de luz
eu, feito uma gema
me desmilinguindo toda
ao som do blues

abusou do scotch
disse que meu corpo
era só dele aquela noite
eu disse please
xale no decote
disparei com as faces
rubras e febris

e voltou
no derradeiro show
com dez poemas e um buquê
eu disse adeus
já vou com os meus
numa turnê

como amar esposa
disse ele que agora
só me amava como esposa
não como star
me amassou as rosas
me queimou as fotos
me beijou no altar

nunca mais romance
nunca mais cinema
nunca mais drinque no dancing
nunca mais cheese
nunca uma espelunca
uma rosa nunca
nunca mais feliz