sexta-feira, 30 de abril de 2010

para o alto e avante!


minha amiga querida está se jogando no mundo. emocionei um pouco, despedindo dela. fica aqui a homenagem.

::

Amiga,

Esse é um e-mail sério.

Daqui há 36 horas você estará embarcando num dos desafios mais importantes da sua vida. Vai estar com 24 anos, rumo a uma terra desconhecida, com poucos abraços amigos, se lançando rumo a uma aventura amorosa em que tudo pode acontecer. Inclusive dar certo.

Fiquei pensando nisso hoje de manhã. De ressaca, depois da sua despedida incrível de ontem, quando você, pisciana idealista, se incomodava porque o bar onde estávamos não era do jeito que você imaginou. E, entre um gole de café e outro, me veio isso. Que a vida não é nada do que a gente tanto sonha.

Nada, amiga, NADA vai sair como você sonhou. Pode ser menos legal do que você gostaria em algumas coisas. Porque, de acordo com o que você sonhou, vai dar tudo errado. Tomara. Porque, assim, certamente vai ser mais.

BEM MAIS.

As risadas vão ser mais engraçadas.
Os amigos vão ser mais importantes.
A saudade vai doer mais.
As coisas vão dar mais errado.
O tiro vai sair pela culatra. Tomara.

E, amiga, acredite: vai chegar o momento em que você vai se questionar. Sair do país, de perto dos amigos, da família, do trabalho, pra quê? Nessa hora, amiga, saiba o orgulho que sinto de você por ter tido coragem. Por nada. Simplesmente porque você ACREDITOU. E, nessa hora, enquanto você, boba, chora, queria que soubesse que confio muito no seu taco. E é isso aí, amiga: esse é o barato da vida. Vivendo e aprendendo: pelo menos você pagou pra ver. Foi na dúvida, em vez de passar a vida se perguntando "What if...?"

Quem diria que a nossa pirralha, a pequena, inexperiente, a jovenzinha tão queridamente zoada por todas nós tomaria a decisão mais corajosa de todas. Se lançar rumo ao desconhecido, ao amor, à novidade, a Tudo, ao nada. à vida.

Você chegou com o All-Star igual ao meu e fez toda a diferença na minha vida. Obrigada por tê-la feita bem mais engraçada.

Te amo, amiga.
E que a felicidade transborde em você como pó de pirlimpimpim.
Fé em Deus... E pé na Tábua.


beijo.
Lu

::

e, pá tá ficanu o reZIstro, alguns dos melhores momentos:



terça-feira, 27 de abril de 2010

2012


Como que eu já admiti que tenho medo de tudo se acabar, resolvi agir toda trabalhada na idéia de que o mundo pode acabar em 2012.


Resolvi então que vou ser feliz AGORA.

A seguir cenas.

segunda-feira, 26 de abril de 2010

ibitipoca





feriadão delicioso aproveitado ao máximo em um dos paraísos ainda preservados do Brasil: Ibitipoca, MG.

estava há tempos na minha "to do list", e, sei lá porque, nunca tinha conseguido ir. acho que faltava tempo, disposição, companhia. simplesmente priorizei outros lugares. agora, finalmente, fui. e recomendo.

Conceição de Ibitipoca é uma cidadezinha fofolucha que fica a menos de 100 km de Juiz de Fora, MG. a cerca de 270 km do Rio, após passar por dentro de Lima Duarte, MG, a cidade é o ponto de partida pro Parque Estadual de Ibitipoca, o paraíso de onde estamos falando.



na verdade existe a opção de ficar hospedado na cidade, o que é vantagem pra quem tá afim de curtir os bares `a noite, ou acampar DENTRO DO PARQUE, que é um luxo, na verdade. você dorme no sossego, já que só podem ficar 15 barracas por vez (e não aceita reserva). e acorda já ali, naquele paraíso. é só tomar café (tem uma lanchonete ótima, que vende sanduíches, PFs e cerveja), colocar o tênis e passar o dia caminhando.

e bota caminhando nisso: são 3 circuitos principais, de fazer a panturrilha pedir arrego. a paisagem é divina, vale muito a pena, mas... é muito puxado. um sobe e desce bizarro que me fez lembrar daquela asminha leve e chaaaaata que eu teimo em esquecer.



no primeiro dia fizemos logo o mais longo dos percursos, rumo `a cachoeira Janela do Céu. lindo demais. 16 km de ida e volta, com direito a grutas, cachoeiras, mirantes, pausa pra recuperar o folêgo e, claro, a deslumbrante vista no fim do caminho. fim? nada disso. estávamos apenas da metade dele.



no segundo dia, circuito das águas. um dia mais tranquilo, com direito a muitos mergulhos, ainda no sobe e desce. minhas panturrilhas nunca mais serão as mesmas. mas uma delícia, cheio de pausas para reflexão, chamegos, fotos, beijinhos, uma boa leitura, mais mergulho, travessuras (vide foto), mais sobe, mais desce.






o terceiro e penúltimo dia seria talvez o mais puxado: Pico do Pião. fomos curtindo o caminho, passando por cachoeiras e grutas, até que resolvemos deitar e curtir um pouco, deixando o Pico em si para uma próxima. valeu muito a decisão, foi incrível. afinal, "não há caminhos. faz-se o caminho ao andar".


voltamos pra casinha com uma leveza na alma. Oxum levando o peso embora. uma delícia que ficou no coração com um "até logo".

quarta-feira, 21 de abril de 2010

o que eu nunca entendi

Por que é que é que 21, Tiradentes, e 23, São Jorge, são feriados, e 22, Descobrimento do Brasil, não é?

Não seria admitir por demais que o Brasil de fato teria sido descoberto bem antes e por outros amigos?

segunda-feira, 19 de abril de 2010

eu tenho medo do fim do mundo


São tantas as tragédias que tem acontecido nos últimos tempos que anda aflorando em mim um dos meus pavores maiores: Eu tenho medo do mundo acabar. Desde menina, talvez impressionada pela erupção do Etna no comecinho da minha infância. Fiquei tão traumatizada que nunca achei a menor graça ficar visitando vulcão - nem no México, em 2006, nem no próprio Etna, causa mor do meu desespero, ano passado.

O fato é que cresci embalada pela certeza de que "aqui não tem dessas coisas". Moramos bem no meio da tal placa tectônica; Aqui não tem terremoto, nem vulcão, nem furacão. Estamos salvos. Ah, tá bom. Porque tudo mudou desde que o mundo virou ao contrário. O Sul do Brasil vive tendo um tremelique. Tornado virou habituée. Vulcão... Não, vulcão ainda não.

Mas aí vejo um 2010 em que já tivemos terremotos no Haiti, no Chile e na China. E sempre fica aquele sentimento de que PORRA de Deus é esse que só manda tragédias pra lugares que já são totalmente fodidos. Limpeza social ou voto de misericórdia? Fica a pergunta.

E, pra completar, nesse último fim de semana a Europa PAROU em consequência da pré-erupção de um vulcão na Islândia. A LINDA e cruel nuvem de fumaça causada pelas cinzas mandou desligar o tráfego aéreo do Velho Mundo. Todos os aeroportos foram fechados e todos os vôos cancelados. A dúvida: Será o fim do mundo ou são mesmo os Deuses Astronautas?

::

Eu tenho medo que o mundo acabe e eu não tenha tempo de ser tão feliz quanto eu gostaria de ser nessa vida.

sábado, 17 de abril de 2010

amiguinha



Lívia é minha amiguinha querida separada no nascimento e por alguns aninhos de diferença. `as vezes a gente admira tanto e se dá tão bem com alguém que acha tantas coisas em comum... vai ficando até meio parecido com a pessoa. ainda mais no nosso caso, praticamente gêmeas siamesas. a gente se ama, se ajuda (pessoal e profissionalmente), se diverte, se parece fisicamente e tem o gosto para roupas exatamente igual.

capitalism: a love story



acabei de assitir o excelente documentário do Michal Moore sobre as consequências do capitalismo. ok, ele é um showman, mas o filme é incrível e me fez pensar.

pensar nas ações
pensar nas escolhas
pensar nas consequências das minhas escolhas.

a transformação acontece no dia dia, em pequenos atos, num trabalho de formiguinha sem fim. me deixei tocar pelo filme... e me emocionei.


"I refuse to live in a country like this. and I'm not leaving. (...) I can't really do this anymore. unless those of you who are watching this in the theather want to join me. I hope you will. and, please... speed it up.

[Michael Moore]

blog dos colega

tô curtindo muito o blogdogian. ele tá fazendo uma viagem maneiríssima com os pais pela Itália e depois vai fazer o Caminho de Santiago. adoro blogs de viagem porque `as vezes parece que você viaja junto com a pessoa... e, no meu caso, relembro um pouco da minha, já saudosa, já me preparando pra próxima.

curte ai, bro.

sexta-feira, 16 de abril de 2010

quina



é que eu vivo
ali,
no fio da meada,
tentando absorver esse mundo pelo avesso.

porque esse inverso alimenta a minha alma
eu moro é na urgência.

poesia pra sexta-feira

pra enfeitar o fim de semana. uma poesia que aprendi a amar. como tudo na vida deve ser.


"o que vive
incomoda de vida
o silêncio, o sono, o corpo
que sonhou cortar-se
roupas de nuvens.
o que vive choca,
tem dentes, arestas, é espesso.
o que vive é espesso
como um cão, um homem,
como aquele rio.

como todo o real
é espesso.
aquele rio
é espesso e real.
como uma maçã
é espessa.
como um cachorro
é mais espesso do que uma maçã.
como é mais espesso
o sangue do cachorro
do que o próprio cachorro.
como é mais espesso
um homem
do que o sangue de um cachorro.
como é muito mais espesso
o sangue de um homem
do que o sonho de um homem.

espesso
como uma maçã é espessa.
como uma maçã
é muito mais espessa
se um homem a come
do que se um homem a vê.
como é ainda mais espessa
se a fome a come.
como é ainda muito mais espessa
se não a pode comer
a fome que a vê".

[João Cabral de Mello Neto]

papo de bêbado


Incrível a dica que minha amiga TÃO AMADA Ciana me deu, roubada dessa sua amiga aqui. é bem como eu me sinto às vezes...


E aí fui fuxicar e descobri a Keep Calm Gallery. MEU DEUS. alguém me segura.

quinta-feira, 15 de abril de 2010

hoje acordei assim...

"eu só confio nas pessoas loucas, aquelas que são loucas pra viver, loucas para falar, loucas para serem salvas, desejosas de tudo ao mesmo tempo, que nunca bocejam ou dizem uma coisa corriqueira, mas queimam, queimam, queimam, como fabulosas velas amarelas romanas explodindo como aranhas através das estrelas".

(Kerouac)

quarta-feira, 14 de abril de 2010

novidade made in Italy


adoro novidades gastronômicas. adoro comidinhas. adoro desbravar novas cidades através de seus bistrôs e acho que a cultura de uma cidade você entende na mesa do bar.

ah, claro: adoro descobrir coisas novas na minha cidade.

estava há semanas querendo conhecer a Prima Bruschetteria, recém aberta no Leblon. ontem fui com minhas queridas amigas e sócias no nosso encontro-terapia mensal.

delícia. charmosinha, simples e gostosinha, combinações interessantes, preço justo. pedi um pratinho executivo chamado Primo, que seriam 3 bruschettas entre umas 10 opções de sabores. paguei $14, justíssimo. meus sabores: caprese, com direito a uma base de pesto "de revirar os olhinhos", abobrinha com mussarela de búfala (nada demais) e gorgonzola com mel (simples e interessantíssima combinação). recomendo.


havia também a opção "com salada verde" ($19) e "com risoto" ($24). fiquei afim de voltar lá e experimentar a 3a opção, acompanhada de um bom e barato vinho da casa por $9.

fica a dica.
tô me sentindo a Luciana Fróes.

rabisco

pensado bem
comi você ontem
e não me caiu nada bem

segunda-feira, 12 de abril de 2010

aliás...


ia começar escrevendo aqui que "sou viciada em jogos".

ia soar pesado. amo jogos e não amo vícios em geral, então cabe aqui uma explicação. adoro jogos. tabuleiro, video-games, cartas, mega-sena. mas mantenho com o vício (todos eles) uma distância saudável, defensiva, fundamental.

claro, sou completamente oldschool. eu gosto dos jogos "daminhaépoca", qualquer época que seja essa. odeio video-games 3D, com seu ódio no coração que desafia minha total falta de reflexo. gosto mesmo é da diversão, não do estrago.


mas adoro. um domingo de chuva nunca seria perfeito sem bons amigos ao redor de uma boa partida de qualquer coisa que nos anime e desafie. ontem foi isso: friozinho, amigas queridas, uma amiga querida que não veio (com a qual estamos de mal), champagne geladinho, confidências, conselhos tortos, na alegria e na tristeza, enquanto durar essa longa partida.



PS: e vamos combinar que EU NÃO ROUBO NO JOGO. e minhas colegatudo gostam de roubar. parece uma sina, como já visto AQUI. desde quando "suem" é palavra que se preze pra colocar no jogo?

arcade games pra começar bem a semana.

Pra quem é viciadinha em video-games como eu, principalmente, pra quem é viciadinha em Arcade games como eu, caiu de presente, como uma luva, do céu, esse vídeo GENIAL produzido pela francesa (e, pelo visto, incrível) OneMoreProduction.

Por alguma razão misteriosa, não consigo "embedar" o vídeo no blog, mas bastar clicar AQUI e assistir no youtube. Aliás, vale a pena perder uns bons minutos no site dos caras.

Beijomecontratapratrabalharaí.

sábado, 10 de abril de 2010

em tempo




todos estes que aí estão
atravancando o meu caminho,

eles passarão.
eu passarinho!


[Quintana]



arte: geckostickers

rabiscado num guardanapo de outrora

vida nova
sempre em busca
de preencher esse vazio
que me enlouquece
tiquetaqueando
e quando mal se vê
passaram 31 verões.

sobre a tragédia no Rio de Janeiro

sim, o Rio está enfrentando uma das barras mais pesadas desde que eu lembro. já chegam a 15 mil os desabrigados e um clima de tristeza pairou no ar como uma nuvem densa.

é tempo de fazer alguma coisa. revirem os armários. faça algo, qualquer coisa, pra ajudar. ainda que não possa fazer muito, vá até o supermercado mais perto da sua casa e faça uma boa compra de alimentos, água, material de limpeza e, principalmente, itens de higiêne pessoal: pasta e escovas de dentes, sabonete, shampoo. qualquer coisa. tire o rabo desse sofá e pare de se emocionar com o jornal nacional, porque o fim do mundo tá batendo ali na porta.

os poucos minutos que passei hoje na Cruz Vermelha já me emocionaram ao ver todo mundo ali, de braços descruzados. é hora de fazer a vida valer a pena... e não custa nada: minha compra foi menos de 50 reais. era pouco, era o que eu podia e aguentava carregar naquele momento. mas é hora de cada um fazer sua parte.

veja alguns lugares onde você pode ajudar:

Hemorio - Recebe doações de sangue todos os dias, das 7h às 18h, inclusive sábados, domingos e feriados e fica na Rua Frei Caneca, 08 - Centro. Mais informações pelo Disque Sangue (0800 282-0708).

Cruz Vermelha (Praça Cruz Vermelha, nº 10, Centro) - água, alimentos não perecíveis, cobertores, colchões e produtos de higiene e limpeza (fraldas para bebês e idosos), absorventes, sabonete, papel higiênico, pano de chão, sabão de coco, sabão em pó, água sanitária, rodo, vassoura). ATENÇÃO: EM 10.04.2010, O QUE MAIS SE PRECISAVA ERAM ITENS DE HIGIENE PESSOAL.

Unidades da Guarda Municipal da prefeitura do Rio - colchonetes, alimentos não-perecíveis, água e roupas:

- Centro: no Centro Administrativo São Sebastião (sede da Prefeitura - Rua Afonso Cavalcanti, 455, Cidade Nova).

- São Cristóvão: na sede da Guarda (Avenida Pedro II, nº 111).

- Botafogo: na base operacional da GM-Rio (Rua Bambina, 37).

- Barra da Tijuca: na 4ª Inspetoria (Avenida Ayrton Senna, 2001).

- Madureira: na 6ª Inspetoria (Rua Armando Cruz, s/nº).

- Praça Seca: na 7ª Inspetoria (Praça Barão da Taquara, 9).

- Lagoa: 2ª Inspetoria (Rua Professor Abelardo Lobo s/nº - embaixo do Viaduto Saint Hilaire, na saída do Túnel Rebouças).

- Bangu: na 5ª Inspetoria (Rua Biarritz, s/nº).

- Tijuca: na 8ª Inspetoria (Rua Conde de Bonfim, nº 267).

- Campo Grande: na 13ª Inspetoria (Rua Minas de Prata, 200).

ESPM-RJ - Rua do Rosário 90, no Centro, das 8h às 22h. Colchonetes, roupas de cama e banho, material de higiene, fraldas, alimentos não perecíveis, leite em pó e água mineral.

Grupo Pão de Açúcar - postos de coleta em todas as unidades das redes Pão de Açúcar, ABC CompreBem, Sendas, Extra Hipermercados e Assaí para receber alimentos não perecíveis, roupas e cobertores até o dia 16/04.

Walmart Brasil -postos de coleta nos hipermercados das regiões Sudeste e Centro-Oeste para receber alimentos, água, material de limpeza, agasalhos e cobertores.

Rodoviária Novo Rio - Caixas de coleta para as doações foram instaladas nas principais entradas dos terminais.

Viva Rio - Rua do Russel, 76, Glória (em frente à saída da estação do metrô). O Viva Rio receberá as doações de segunda a sexta-feira, entre 9h e 21h, e, aos sábados, das 9h às 16h.

Centro de Referência Especializado da Assistência Social Maria Lina Rua São Salvador, nº 56, Laranjeiras.

Rio Design Barra- Av. das Américas, 7.777 - Barra (Tel.2430-3024). Doações no Concierge (1º piso).

Rio Design Leblon - Av. Ataulfo de Paiva, 270 - Leblon (Tel. 3206-9110). Doações no Concierge (1º piso).

Botafogo Praia Shopping - Praia de Botafogo, 400, Botafogo (Tel.3171-9872). Doações no SAC (2º piso).

Shopping Nova América - Av. Martin Luther King Jr, 126, Del Castilho (Tel: 3083-1000). Doações no Espaço Cliente (1º piso).

Shopping Downtown- Av. das Américas, 500, Barra (Tel: 2494-7072) - Doações no SAC - bloco 12C (subsolo).

McDonald's - recebe donativos nos 63 restaurantes da rede na cidade do Rio, mas apenas fraldas descartáveis, produtos de limpeza e higiene pessoal, roupas de cama e de banho, cobertores e travesseiros, além de brinquedos. Não serão aceitas doações de alimentos de qualquer espécie.

Shopping Tijuca- Avenida Maracanã, 987. As doações serão recolhidas no segundo piso do Shopping (L2).


OBS: a Cruz Vermelha também aceita a inscrição de voluntários para trabalho imediato através dos telefones: 2508-9090 ou 8894-6261.

quarta-feira, 7 de abril de 2010

sobre o tempo e a culpa


fui dar uma passadinha por aqui e de repente me dei conta de que não estou conseguindo atualizar esse blog. como é difícil isso de trabalho, casa, namorado, internet, conquistas, construções, IR, e, quem sabe, vida pessoal. sério. maldita Revolução Sexual. as vezes simplesmente não damos conta e, pior, me sinto mega culpada. eu, que nem católica sou.

e aí resolvi que vou, idéia da Carol, me desapegar um pouco do critério na hora de postar e simplesmente colocar aqui o que eu estiver afim de falar, não me importando tanto com revolucionar a literatura brasileira ou com o que vão pensar de mim.

simplesmente escrever, pra manter o blog vivo. um post por dia, pelo menos, conforme tinha prometido.

vamos continuar tentando manter alguma dignidade editorial.
ou... nem sempre.

::

já que quem manda sou eu, resolvi que estarei também postando umas interferências gastronômicas pra estar deixando as colega tudo com água na boca.

tudo isso só porque preciso estar confessanding que troquei o almoço nosso de cada dia por uma das melhores combinações das quais já se teve notícia:


Java Chip + Muffim de Parmezão do Starbucks.
27% culpa.
100% alegria de viver.

::

em breve, receitinhas.

quinta-feira, 1 de abril de 2010

i.can.read do dia


Seguindo a promessa de 1 puxada do saco do i.can.read por dia, e já que hoje é dia de amigos aqui em casa...

e não é que deu Dourado?

chegou ao fim mais um Big Brother Brasil. mais uma vez o circo foi montado e mais uma vez o país parou para desvendar o olho que tudo vê. e eu também.

há tempos estava torcendo pro Dourado ganhar. Dourado, aquele ogro, o gaudério conservador que tanto incomodava os neo-corretos. os justiceiros conforme a conveniência.

Dourado, sozinho, não me dizia nada. era só um cara briguento que tinha, sim, uma suástica tatuada no braço. pode significar o que for para os hindus, mas pra nós, ocidentais, tatuar uma suástica no corpo vem com um valor negativo agregado que deveria, no mínimo, te fazer escolher qualquer outro desenho pra marcar tua carne para sempre. tatuasse um Ganesha.

mas Dourado não é o que é e sim a força de algumas de suas qualidades. ele se mostrou um cara de palavra, leal, firme nos ideais, cheio de defeitos - e quem não tem? mas com sua verdade. ainda que não seja a verdade do espectador, nos falta hoje em dia pessoas que acreditem até o fim em suas próprias verdades. com suas causas e consequências. Força e Honra. e as palavras de ordem de um lutador frustrado viraram um mantra nas mãos de um jogador que se mostrou sozinho e nos fez lembrar que os brutos também amam. o lutador de vale-tudo que não poupou esforços pra se tornar um cara sensível. ainda que seja uma máscara, o mérito é dele. porque não somos uma pessoa só e sim, nos falta Força, Honra e principalmente PALAVRA. e ser Dourado é cutucar a ferida, expôr a verdade - doa a quem doer. e se torcer pelo Dourado representava a redenção de uma pessoa que errou, que isso nos mostre que sim, as pessoas merecem uma segunda chance. todas. é todo dele o mérito de ter pego pela goela a oportunidade e ter feito algo de bom.


Dourado é o novo Capitão Nascimento pra uma sociedade que se mostra cada mais que seus problemas não se resolvem no Posto 9. acabou a Bossa Nova.

nas palavras do "eu queria mesmo é ser poeta" Bial, sempre com seu discurso.moral.da.história que no fundo, no fundo, nós adoramos:

"se Dourado é homofóbico, ele foi um Bruce Wayne jogado numa caverna de morcegos e teve que lidar com sua fobia. se teve que usar CAPA e MÁSCARA e virar Batman, não sei. mas no comportamento de Dourado há muito o que ser apontado como falta de educação no sentido de falta de modos, rudeza, talvez uma certa grosseiria até calculada - difícil dizer, também. mas, de comportamento homofóbico, francamente, não dá pra acusar o brutamontes, o cabrón. (...) o charme do cara é que ele sempre foi justamente um perdedor, ou, pelo menos, é essa a imagem que fez e cultua dele mesmo. ou fazia e cultuava. Maktub. estava escrito. o Big Brother Brasil 10 é seu, Marcelo Dourado".