sábado, 10 de abril de 2010

rabiscado num guardanapo de outrora

vida nova
sempre em busca
de preencher esse vazio
que me enlouquece
tiquetaqueando
e quando mal se vê
passaram 31 verões.

Nenhum comentário: