domingo, 13 de junho de 2010

ora, pois


de volta ao Velho Mundo. sempre em busca de um novo olhar.

chegamos a Portugal em plena época de Santo Antonio. Meu Deus! que coincidência incrível!

vou então engrossar o coro de muitos brasileiros que se surpreendem ao chegar aqui: Portugal é lindo e damos muito pouco valor a essas bandas d´Alem Mar. não sei exatamente porque, se é por um orgulho bobo, ignorância ou burrice mesmo, mas o fato é que não aproveitamos o melhor que nossos bravos descobridores tem a nos oferecer: a beleza e a simpatia.

a gente passa a vida contando piadas de português e os gajos estão aqui, de braços abertos, amando o Brasil. vá entender.

Lisboa é uma cidade linda e interessantíssima, que combina muito bem o charme do Velho Mundo com a loja moderninha. nos hospedamos no Chiado, em um hostel fofo e super bem localizado que havia sido indicado pelo Tiago, da Rio360. melhor impossível: estamos entre a Baixa, que é onde a cidade acontece de dia, com lojas, transporte, o mar etc, e o Bairro Alto, que é onde a cidade FERVE a noite. pode melhorar? pode. Chiado é o charme em pessoa e é onde ficam os melhores restaurantes da cidade. com refeições a 15 Euros, vinho incluso, para 2. ouié.

andamos, andamos, andamos pela cidade. como se anda. e quanta ladeira, pelamordedeus. só mesmo andando muito de bonde, ou elétrico, pra aguentar. ou comendo muito pastelzinho de Belém (ou caldo verde, ou pastéis (bolinhos) de bacalhau, ou tudo junto) para estar repondo ascaloriatudo - e umas a mais, ora pois...


andamos pelo Castelo de São Jorge, Torre de Belém, Oceanário (virei criança outra vez), Baixa, Chiado e principalmente pelo Bairro Alto, que é onde a cidade FERVE entre as 18h e sabe-se lá que horas. é engraçado, aliás, porque Lisboa tem uma cara de dia, com seus cafés, suas lojinhas, seus eléctricos... e a noite começa a aparecer tanta, mas tanta, mas tanta gente bebendo cerveja nos Miradouros e pelas ruas do Bairro Alto, que fiquei me perguntando: onde, meu Deus, esse povo se esconde durante o dia? porque, JURO, parece Lapa em sábado de Carnaval, sabe? incluindo a cerveja, o barulho e o xixi. ok, um pouco menos de xixi.


aliás, para nossa surpresa, escolhemos passar um final de semana em Lisboa justamente no meio do feriadão da Noite de Santo Antônio. se você, como eu, não fazia idéia do que é, saiba que é o dia mais importante para Portugal, quando o país inteiro (Lisboa, pelo menos) sai de casa para comemorar, beber vinho e comer pão com sardinha. simples, barato e delicioso. nos esbaldamos.


Um comentário:

ines bachiega disse...

muito legal! Deu até prá visualizar! bj