sexta-feira, 23 de julho de 2010

while you were sleeping


Outro dia conversava com uma grande amiga sobre um assunto que eu e ela dominamos bem: A alegria que preenche meu coração quando vejo ou ouço algo dos Los Hermanos que seja MUITO BOM.

Eu nunca tive muitos ídolos. Quer dizer: Tive. Na infância. Mas era cada hora um. Foi muito a Xuxa no começo. Depois descobri os meninos e ia me casar com o Roy. E depois veio toda a listinha de amores, emendando um no outro, só um novo amor pra apagar o anterior. Clica no link que você vai entender.

Mas, de uns tempos pra cá, fui ficando meio cretina, meio descrente, sabe? Não acreditando mais nas coisas, não valorizando muito ninguém. Nunca mais fui fã.

Claro, sempre teve o Chico Buarque. Mas vamos falar a real: Ele tem quase idade pra ser meu avô. Então fui vivendo no piloto automático, sem dar muita bola pra ninguém.

Até que vieram Los Hermanos.


Não dá pra explicar, porque não passa pela razão. É uma coisa sensitiva, de ouvir e arrepiar toda a pele, e achar que aquilo foi escrito pra mim, e querer chorar de alegria, e saber que tem um cara que nem te conhece, mas que tirou aquela letra da ponta da tua língua.

E isso tudo é muito bom.

É claro que tem outros músicos mais completos, shows melhores, artistas mais experientes. Mas nenhum deles me faz chegar nesse lugar.

Por que eles deram um tempo na banda? Eu entendi. Porque não dava mais pra ir aos shows. porque estavam se desvirtuando. Porque queriam se aprimorar. Porque queriam cuidar de seus projetos pessoais. Porque quiseram parar no auge. Por cuidado. Por tudo isso e por nada disso.

E sigo aqui, enquanto a volta não vem. Mas ela virá. logo.

::

veja você
onde é que o barco foi desaguar
a gente só queria um amor
Deus parece às vezes se esquecer
ai, não fala isso, por favor
esse é só o começo do fim da nossa vida
deixa chegar o sonho
prepara uma avenida
que a gente vai passar

veja você
onde é que tudo foi desabar
a gente corre pra se esconder
e se amar, se amar até o fim
sem saber que o fim já vai chegar

deixa o moço bater
que eu cansei da nossa fuga
já não vejo motivos
pra um amor de tantas rugas
não ter o seu lugar

abre a janela agora
deixa que o sol te veja
é só lembrar que o amor é tão maior
que estamos sós no céu

abre as cortinas pra mim
que eu não me escondo de ninguém
o amor já desvendou nosso lugar
e agora está de bem

diz, quem é maior que o amor?
me abraça forte agora,
que é chegada a nossa hora
vem, vamos além
vão dizer
que a vida é passageira
sem notar que a nossa estrela
vai cair

2 comentários:

caru andrade - sp :: sp disse...

é muito amor! MUITO!

Vanessa disse...

garota, a gente tem muito em comum :) sério mesmo...xuxa, menudos, chico buarque, los hermanos.
de arrepiar a pele.
de ter vontade de chorar.
de ter vontade rir.
de ter certeza que foi escrita pra você.
sei muito bem sobre tudo isso.
beijocas.