sexta-feira, 20 de agosto de 2010

amor



hoje aconteceu uma coisa tão fofa.

vim de carona pro trabalho com um colegadoserviço. vinha com a cunhada, na verdade, mas ela não quis esperar, então, enfim... viemos só eu e ele. entrei no carro, observei que ele estava completamente diferente da noite anterior (sim, estamos trabalhando demais). camisa social novinha, sapato limpinho, barba recém-feita, banho tomado. arrumadinho, mesmo, nada ornando com aquela proposta mulambenta "eu só trabalho e a minha mulher tá viajando" pra quem dei tchau ontem antes de sair da produtora.

e aí me dei conta de que a mulher dele chegaria de viagem hoje. ri.

"vem cá, essa arrumação toda é pra Gi?"

"pô, lógico! minha mulher chega hoje, tá pensando o que?". e sorriu. feliz que ela chegava.

e aí fiquei pensando que bonitinho era aquilo. como alguns casais conseguem se preservar tão casais, né? tão unidos, tão acesa a chama da paixão, apesar dos problemas, alegrias e tristezas, após anos e anos de casados.

que bom.

:)

Um comentário:

Lili Detoni disse...

É isso, Lu! O AMOR é assim! Adoro perceber essas reações nas pessoas, se arrumando, se perfumando, se preparando para uma volta, uma chegada... Adorei a postagem!
Abraço da Lili.