sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

aponta pra fé e rema


sempre bom relembrar músicas que nos dão todo o sentido.




quem bater primeira dobra do mar
dá de lá bandeira qualquer
aponta pra fé e rema
e, pode ser que a maré não vire
pode ser do vento vir contra o cais
e se já não sinto teus sinais
pode ser da vida acostumar
será, Morena?
sobre estar só, eu sei
nos mares por onde andei
devagar
dedicou-se mais
o acaso a se esconder
e agora o amanhã, cadê?
doce o mar, perdeu no meu cantar
só eu sei
nos mares por onde andei
devagar
dedicou-se mais
o acaso a se esconder
e agora o amanhã, cadê?

[dois barcos. Camelo. claro.]

Nenhum comentário: