quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

sobre a arte do desencontro

e, no meio da inspiração do post sobre a delícia do show, da loucura da Amy e da doçura do Jeneci, ela foi pega de surpresa pela tragédia da região serrana.

no fim ficou tudo bem, mas a inspiração foi embora e agora quem tem que ir embora é ela. pegar um avião pra apertar as bochechas recém nascidas.

fica pendurada a promessa da delícia, do show, da bochecha e da vida.

e vamo que vamo, que o som não pode parar.

Um comentário:

Rosaly Raimondi disse...

Vai que vai sim Luana e que a poesia te acompanhe! :+)

Beijos Rose