terça-feira, 24 de abril de 2012

Ai de ti

Pobre de ti, infeliz, que não sofre.
Que não explode em choro, que não se coça inteira.
Ai de você que não se dói, ai de você que não se doa, ai de ti que não se deu.

Eu não trocava um minuto de toda essa minha dúvida por duas hora dessa sua psicologia de araque.

Graças a Deus tenho toda essa minha inquietação pra me incomodar a alma e, no último gole do meu vinho, oferecer a minha angústia a todo esse seu desespero.

Porque o que seria de Clarice se ela tivesse feito análise.

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Eu te trairia ouvindo Los Hermanos


E de repente você entraria por aquela porta. Eu fitaria as gotas de chuva batendo na janela com meus olhos de cigana dissimulada enquanto você não voltava pra casa.

Você sentiria alguma coisa estranha no ar e eu negaria até a morte. Eu, que jurava que nunca ia te trair, eu nunca vou te trair, eu nunca vou te trair.

Você daria aquele último gole no meu vinho e tentaria decifrar o fundo do meu olho.

Havia alguma coisa estranha no ar e não saber quem ele era seria justamente o que ia te enlouquecer.

E eu negaria até a morte, jurando que só haveria você. Até que você pegaria meu ipod e olharia bem sério pra mim.

- Eu não acredito nisso, meu amor. A gente combinou.

E eu desviaria o olhar, com um riso nervoso, dizendo que não.

- Olha pra mim, porra. Me diz: você ouviu? Porra, Luana, a gente combinou.

- Eu não ouvi nada, eu já te disse. Eu nem encostei nesse iPod hoje. Você está ficando obsessivo com esse ciume. Eu, hein.

- Me dá aqui esse playlist que eu quero ver se você ouviu ou não.

- (Chorosa)

- E não vem se fazendo de vítima, não. A gente combinou que só ficaria junto se você deixasse esse barbudo pra lá. E é só eu virar as costas que você coloca ele aqui dentro de casa?

- (explosiva) Ah, cara, a culpa é sua, na boa. Eu sou assim, eu sempre fui assim, é assim que eu sou feliz. E você fica querendo que eu viva uma mentira. Eu era assim quando você se apaixonou. Você tá fazendo drama, eu acho que não tem nada demais.

- Cara, não acredito que você me traiu.

- Eu avisei que isso ia acontecer mais cedo ou mais tarde.

- Luana, eu vou perguntar mais uma vez: Você ouviu Los Hermanos enquanto eu estava fora? Mas a gente não combinou que só ficaria junto se você não escutasse esse cara nunca mais? Putz, Lu, eu não acredito nisso. Eu não acredito que você fez isso mais uma vez.

sábado, 14 de abril de 2012

Clareia a minha vida, amor...


... no olhar.












Nada como a saudade pra colocar os nossos pensamentos em ordem.
Nada como as coisas em perspectiva.

::


Ou ainda


"E ao amanhã a gente não diz
E ao coração que teima em bater
Avisa que é de se entregar o viver".