sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Fim

E aí que esses Maias não sabiam era de nada. 

O fim do mundo já aconteceu faz tempo e ninguém percebeu que passou um arrastão na minha vida e levou tudo o que eu tinha; eu, minha poesia e tudo aquilo que eu era, e todo esse meu medo, metade dessa minha coragem, a minha vontade de ir embora e aquela certeza que tanto incomodava.

E foi aí que eu fiquei foi aqui, imóvel e muda, sorrindo ao seu lado.




"É o Amor,
Que veio como um tiro certo
No meu coração;
Que derrubou a base forte
Da minha paixão
E fez eu entender que a vida
É nada sem você".



Feliz tudo novo.



3 comentários:

nocaminhodonorte disse...

Feliz vida nova, amiga!

Tathi disse...

Pelo amor de DEUS, preciso dos seus textossssss.....rs

Tathi disse...

Pelo amor de DEUS, preciso dos seus textossssss.....rs